Como fazer um Berimbau: Parte 1 – A Beriba

Para ser um Capoeirista completo tem vários elementos que tem que dominar.

Uma movimentação variada, aptidão na roda, conciencia do ritmo e estilo di jogo, malicia e mandinga, aptidão na musica e no canto, compreender a cultura da Capoeira e a sua história… esses são so algumos dos elementos que você vai precisar para ser um Capoerista 360º. U

O Berimbau é fundamental na Capoeira. Sem ele não tem roda, não tem jeito de dirigir o jogo e a energia.

Berimbau tocou, Eu vou jogar!

Para ser um capoeirista completo você precisa aprender a tocar o Berimbau, no minimo conhecer os toques basicos e poder tocar eles cantando.

Mais, como é que se faz um Berimbau?

Pode que não seja vital construir um Berimbau do começo para ser um capoeirista completo, mais o esforço de aprender o processo e a oportunidade de fazer o seu Berimbau merece!

Talvez não vamos conseguir o melhor Berimbau da história mais a sensação que você vai ter no final é unica, a fabricação de um instrumento faz que você conecte com o Berimbau, e também faz valorar ainda mais os velhos capoeiristas que não podiam comprar os seus instrumentos de Amazon!

Qué precisamos?:

  • Serra
  • Martelo
  • Garrafa de vidro
  • Toalha velha
  • Lixa
  • Cúter
  • Facão
  • Couro
  • Cravos

Passo 1: Achar e preparar a verga

O nome Berimbau vem do tipo de madeira “Biriba” (Eschweilera Ovata ) que é a madeira usada tradicionalmente para fazer a verga, a coluna vertebral do instrumento.
10952059_10204366971707659_1816659390593900310_n A escolha desse tipo de madeira é pela sua força, flexibilidade e ligeireza (como um capoeirista!). Essas características fazem que podamos armar o Berimbau muitas vezes sem quebrar ele. Mais cuidado, eles não são indestructíveis tem que ter cuidado em não armar muito quando eles são novos e tem que desarmar ele se não for usar.

Infelizmente a causa do grão crescimento do numero de capoeiristas que iam na mata a pegar biribas temos uma situação de sobre-explotação da biriba. Achar uma autentica pode ser um pouco mais complicado que antes e se você achar por favor, se assegure que foi tirada de maneira sostenible. A biriba é uma madeira de crescimento rápido e se é bem cortada e na época correta (na luna nova) pode se recolher sem preocupação.

Tem outras madeiras que também funcionam: bordo, freixo, roble, acácia… outra opção bem popular é fazer Berimbau de Bambú, o aspecto vai cambiar mais vai ter a força e a flexibilidade que acha na madeira de biriba.

A madeira que vão usar tem que ser de um árvore vivo, se a madeira morreu vai ser muito seca e não tem né a força né a flexibilidade que precisa um bom Berimbau. A verga normalmente tem ums 3-4 cm de diâmetro e uma altura de 1.50 – 1.80 cm.

Como norma geral podemos dizer que as biribas mas duras e menos flexíveis se usam para as violas, as intermédias para os médios e as mais flexíveis e finas para as gungas. Mesmo assim nenhum pode assegurar que a sua cabaça vai casar com a sua biriba, a unica maneira de saber e de provar quando acabar o processo e se não casa tentar com outra cabaça. (por isso é bom fazer Berimbaus com o seu grupo para poder compartilhar as cabaças no caso alguma não case).
DSC00467

 

Antes de começar temos que preparar a madeira, ela tem que secar um mês em um lugar seco e sem luz direta do sol para não secar demais. É possível acelerar o processo passando a biriba no fogo, mais aí tem que ter muito cuidado de não deixar a madeira parada em cima do fogo, tem que se mover sempre e guardando uma distancia de 1 metro com a chamas. Nós recomendamos esperar e secar de maneira natural para evitar que a madeira rasgue.

Passo 2: Preparando a biriba

Quando a biriba secou já podemos começar a construção do nosso Berimbau seguindo os passos aqui em baixo:

  • Tirar a casca

DSC00468

 

Se você ta de sorte a casca vai sair fácil e quase sem esforço. Se não é assim se prepare, ela vai se pegar na biriba e não vai deixar ela até que os seus dedos sangrem… mas isso é parte do divertimento! (sempre pode se ajudar de um cúter para tirar a casca com muito cuidado de não estragar a madeira).

 

  • Cortar o diminuir os nóse imperfeiçãos

DSC00473

Para ter um som limpo a verga tem que ser o mais uniforme e lisa possível. Tem que tirar todos os nóscom a ajuda de um cúter, sobretudo na zona onde vai encaixar a cabaça. Não tenha pressa, tire os nodos devagarzinho e cortando em todas as direções para evitar rasgar a biriba!

 

  • Passe o vidro pra alisar a biriba

A maneira mais tradicional de alisar a biriba é usando um pedaço de vidro.

A nossa recomendação: bebam uma garrafa de uma boa cerveja, quando acabar limpem ela, cobram a garrafa com uma toalha velha e quebrem ela de um golpe seco de martelo. Agora temos que limpar bem os pedaços de vidro para evitar que algum fragmento pequenino possa cortar os nossos dedos. Crianças capoeiristas: NÃO façam nada de isso sem a ajuda de um adulto!

DSC00487 DSC00490 DSC00492 DSC00493
Passem o vidro até que a superfície da biriba seja lisa e suave. (como nas fotos mais abaixo). Podem ir girando o vidro para poder alisar bem, cada lado vai se gastando rapidamente e se não é afilado pode deixar marcas na madeira.
DSC00497 DSC00506

 

 

 

  • Passe a lixa para perfeccionar

Cansados? Já esta quase!!

Mesmo se a gente poderia parar no vidro é muito melhor passar a lixa para deixar ela bem suave.

Excelente trabalho manos! As suas mãos doem? Aaa vão ver depois com a preparação do arame!!! 😉

Paso 3: Fazer o pé

Agora que a nossa biriba tá bem macia chegou a hora de fazer o pé no final do Berimbau para poder segurar o arame.

Temos 2 tipos de pés: pé cuadrado o pé de punta (veja as fotos).
DSC00521 DSC00520

Mestre Bimba fazia os pés dos seus Berimbaus de punta- era o modo tradicional nos tempos em que o Berimbau era também uma arma, o pé podia ser usado para atacar os enemigos (o a polícia) com resultados bem magoantes!

O pé quadrado chegou com o tempo para se afastar da Capoeira mais violenta e ajudar na aceptação das classes medias.

DSC00519Mestre Bimba acostumava a preparar os seus Berimbaus em três afinações diferentes, a ideal e depois marcava também uma oitava por encima e uma por embaixo. Na foto pode ver um exemplo das três marcas que se faziam para colocar a cabaça na afinação que se precisasse em cada momento.

A gente aqui prefere o pé quadrado, os nossos Berimbaus são amantes, não guerreiros.. 😉

Para fazer o pé quadrado temos que fazer uma pequena rachadura a uns 3 cm da base do Berimbau, fazemos ela com uma serra e girando a madeira para cortar uns mm em toda a circunferência da verga. Para acabar pode fazer alavanca na rachadura com um facão, mais com cuidado! se for muito rapido pode rasgar a biriba e vai ter que cortar um pedacinho do seu Berimbau! Para acabar lixe para ter a mesma suavidade que no resto do Berimbau.

DSC00516DSC00511DSC00512

Passo 4: Envernizar ou pintar para proteger a madeira

O último passo de hoje é envernizar o pintar para proteger o nosso Berimbau dos elementos, insectos ou golpes.

Nós gostamos mais do verniz transparente para poder ver o cor original da nossa biriba mais tem muitas possibilidades!!!! (Eu tenho uma beriba colorida, ela é linda ela é linda!! )

Passo 5: Uma bem geladinha por favor!

Ufffff! Mesmo se parece um instrumento fácil a fazer agora acho que ja dá para respeitar um pouco mais aos capoeiristas antigos, né?

Agora tem que deixar secar o verniz para poder fazer o ultimo passo e muito melhor se tomando uma bem gelada!!

Passo 6: Cortar e colocar o couro

Para proteger a parte superior da beriba onde o arame vai se tesar vamos usar um pedacinho de couro. O couro tem que ser do mesmo tamanho da biriba porque se deixamos ele mais grande pode saltar com os cravinhos. Para evitar um som metálico façam uma prova de armar o Berimbau, quando veja o sentido coloque os cravos um de cada lado de onde vai o arame.
DSC00554DSC00555DSC00562

 

 

 

 

Ainda tem muito trabalho por fazer, poderíamos fazer a cabaça e o arame no mesmo día mais por hoje ja fizemos muito e merecemos a ultima gelada, essa vez só pra curtir!

Saúde!

Deixe uma resposta