Capoeira pra estrangeiro

Autori: Mestre Aparicio Bolinha e Mestre Suassuna

Un giorno parlado con altri colleghi uno le disse a che Capoeira pra estrangeiro é mato. In quella epoca si praticava la Capoeira fuori dal Brasile ma non era cosí conosciuta come oggi giorno, c’erano tanta differenze tra la Capoeira giocata da un brasiliano o da uno straniero.
Nella prima frase della canzone trovamo chiaramente il sentimento che c’era sul gioco degli stranieri, una frase che ha anche un gioco di parole! Quando il coro risponde mato non viene dal verbo matar (uccidere) ma dall’altro significato della parola: pianta.
Ci sono diverse teoria sull’origine etimologico della parola Capoeira, una di queste teorie dice che proviene dalla lingua tupí – guaraní e concretamente dalla parola – kapuêra – (ka´ávy = pianta; puêra = che fu) che si potrebbe tradurre come pianta. In questo caso la canzone vorrebbe dire che gli stranieri sono cosí persi nella conoscenza della Capoeira che pensano che è solo una pianta.
Nel momento della creazione della canzone Mestre Bolinha contó con la collaborazione di Mestre Suassuna, che in quel momento anche lui stava componendo una canzone in cui collaboró pure Mestre Bolinha.

Clicca qui per vedere una interpretazione in diretto di Mestre Bolinha

Parole della canzone

(Le parole in neretto sono il coro)

Capoeira prá estrangeiro, meu irmão
É mato
Capoeira brasileira, meu compadre
É de matar
Capoeira prá estrangeiro, meu irmão
É mato
Capoeira brasileira, meu compadre
É de matar

Berimbau tá chamando
olha a roda formando
vá se benzendo para entrar
o toque é de Angola
São Bento pequeno, Cavalaria, Iúna
a mandinga do jogo
o molejo da esquiva
é prá não cochilar
Capoeira é ligeira, ela é brasileira, ela é de matar
Capoeira é ligeira, ela é brasileira, ela é de matar

Capoeira prá estrangeiro, meu irmão
É mato
Capoeira brasileira, meu compadre
É de matar
Capoeira prá estrangeiro, meu irmão
É mato
Capoeira brasileira, meu compadre
É de matar

Olha o Rabo de Arraia
olha aí a Ponteira
e a Meia-lua prá matar
o Mortal e o aú
o Macaco e a rasteira
e o Arrastão prá derrubar
Galopante façeiro
vai se preparando para voar
Capoeira é ligeira, ela é brasileira, ela é de matar
Capoeira é ligeira, ela é brasileira, ela é de matar

Capoeira prá estrangeiro, meu irmão
É mato
Capoeira brasileira, meu compadre
É de matar
Capoeira prá estrangeiro, meu irmão
É mato
Capoeira brasileira, meu compadre
É de matar

Rispondi